Popular
Operação Águas de Ma

Prefeitos e empresários são alvos de operação contra fraudes no Piauí

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (21), a operação Águas de Março.

21/03/2019 10h03
Por: Redação II
Fonte: Cidade verde
Reprodução Cidade Verde
Reprodução Cidade Verde

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (21), a operação Águas de Março. A força-tarefa cumpre 13 mandados de busca e apreensão em seis municípios do Piauí. Entre os alvos estão prefeituras, prefeitos e empresários.

A Operação Águas de Março ilícitos como fraude à licitação, crimes contra a administração pública e organização criminosa. Os mandados de busca e apreensão são cumpridos em  Teresina, Floriano, Monsenhor Hipólito, São Miguel da Baixa Grande, Manoel Emídio e Monsenhor Gil.

Entre os alvos estão o prefeito e a prefeitura municipal de São Miguel da Baixa Grande, prefeito de Manoel Emídio, engenheiros e empresários com atuação na construção civil.

Foto: Ascom

Segundo investigações do Gaeco, a prefeitura de São Miguel da Baixa Grande, por meio de seu gestor, contratou a construção de obras públicas “desrespeitando a competição entre os interessados, superfaturando os valores correspondentes aos contratos formados pela Administração Pública, além de inúmeras outras irregularidades”. 

O Cidadeverde.com tentou contato com os prefeitos das cidades, mas as ligações não foram atendidas. 

A operação conta com o apoio da Polícia Civil, Militar e do Tribunal de Contas do Estado, tendo sido deferidas as medidas pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.

Aguarde mais informações 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.