Quarta, 01 de Dezembro de 2021
86 99597 7698 - Visão Piauí
Geral Poucos casamentos

Dados do IBGE apontam que o Piauí tem o menor número de casamentos desde 2013

Enquanto 13.377 matrimônios foram registrados em 2013, apenas 5.915 ocorreram em 2020.

18/11/2021 16h24
Por: Direto da Redação Fonte: IBGE
Dados do IBGE apontam que o Piauí tem o menor número de casamentos desde 2013 - Imagem: Pixabay/free licence
Dados do IBGE apontam que o Piauí tem o menor número de casamentos desde 2013 - Imagem: Pixabay/free licence

De 2013 a 2020, a quantidade de casamentos civis reduziu 55,8% no Piauí. A informação é do levantamento Estatísticas do Registro Civil 2020, produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Enquanto 13.377 matrimônios foram registrados em 2013, apenas 5.915 ocorreram em 2020.

O estado já vinha em ritmo de queda na quantidade de casamentos desde o início da série histórica, em 2013. Nesse período, só foi registrado aumento em 2015, sofrendo sucessivas reduções nos anos seguintes. Ainda assim, a maior diminuição foi a registrada entre 2019 e 2020, de -37,3%. A redução média anual, que era de -5,5% até 2019, dobrou em 2020, alcançando o valor de -10% ao ano.

No país, também foi registrada a maior queda no número de casamentos em 2020. A redução foi de 26,1% em comparação ao ano de 2019 e de 28% em relação a 2013. Em média, ocorria redução anual de -0,39% na quantidade de matrimônios legalmente registrados do país até 2019. Com os dados de 2020, a média chegou a -4%. Em números absolutos, ocorreram 757 mil casamentos em 2020, diante do registro de mais de 1 milhão em todos os anos anteriores.

A taxa de nupcialidade legal dá uma dimensão do número de registros de casamentos em relação à população em idade de casar, ou seja, de 15 anos ou mais de idade, permitindo a comparação entre os estados. No Brasil, para cada 1.000 habitantes em idade de casar, em média, 4,5 pessoas se uniram por meio do casamento legal em 2020. Esse indicador era de 7,2 pessoas para 1.000 habitantes em 2015.

O Piauí e o Amapá apresentaram a menor taxa de nupcialidade legal do país, com 2,3 pessoas em cada 1.000 habitantes efetivando registro de casamento civil em 2020. A unidade da federação com a maior taxa de nupcialidade legal foi Rondônia, com 7,6 pessoas para cada 1.000 habitantes.

Fonte: Meio Norte

-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (02/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sexta (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias