Firmino Filho

Polícia já ouviu 20 pessoas e espera concluir caso da morte de Firmino Filho no prazo de 30 dias

A perícia, que tem um prazo de 10 dias para dar um parecer após recolher o corpo do local.

12/04/2021 14h50
Por: Direto da Redação
Polícia já ouviu 20 pessoas e espera concluir caso da morte de Firmino Filho no prazo de 30 dias
Polícia já ouviu 20 pessoas e espera concluir caso da morte de Firmino Filho no prazo de 30 dias
 

Sete dias após a morte do ex-prefeito de Teresina Firmino Filho, o coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o Baretta, disse ao OitoMeia que ainda não pode precisar se será pedido prorrogação de prazo no inquérito que investiga o caso. Matéria publicada no site Oito Meia

Segundo o delegado, o prazo que tem para concluir o inquérito é de 30 dias e, se necessário, pode pedir por mais 30. Ao ser questionado se a equipe responsável por investigar o caso já tem alguma novidade Baretta disse apenas que não, entretanto segue em trabalho de apuração, após já ter ouvido algumas das pessoas que tiveram contato com o ex-prefeito.

A perícia, que tem um prazo de 10 dias para dar um parecer após recolher o corpo do local. Procurado pelo OitoMeia, o diretor da Polícia Técnica Cientifica, Antônio Nunes, responsável por analisar a cena, edifício Manhattan, zona Leste de Teresina, informou que ainda não foi enviado o relatório à Polícia Civil. Isso deve acontecer até a próxima quinta-feira, dia 15.

Filha de Firmino Filho com o esposo na sede da DHPP durante depoimento aos policiais  (Imagem:TV Cidade Verde)

O QUE ESSAS PESSOAS DISSERAM?

A equipe do delegado Divanilson Sena, do DHPP, responsável pelas investigações, já ouviu quase 20 pessoas. Destas, quase todas tiveram algum tipo de contato com o ex-gestor momentos antes de acontecer sua morte. Entre as pessoas que prestaram depoimento, estava Bárbara Carvalho, filha mais velha de Firmino (que fez o reconhecimento do corpo) e seu esposo Breno Nunes. Diversos funcionários do Tribunal de Contas da União, onde o ex-prefeito trabalhava como auditor fiscal, e do prédio, foram chamados.

A pessoa que teve o último contato com Firmino foi um funcionário do prédio, identificado como Bernardo. Ele atua com serviços gerais e esteve com Firmino por volta das 15h10, quando entrou à sala para fazer a limpeza. Ele teria conversado rapidamente e percebeu algo estranho. Ao OitoMeia, com exclusividade, o auxiliar de serviços gerais contou que conversou com Firmino por volta de 13h30, em frente a uma área externa de uma sala de reunião utilizada por auditores do TCU. Ele conta também que viu o ex-prefeito novamente por volta de 15h10 em um outro espaço, próximo à uma janela e já descalço, com os pés em cima dos sapatos.

“O Firmino estava sozinho na sala. Eu bati na porta umas 13h e perguntei se podia entrar para fazer a limpeza. Ele disse: ‘Fique a vontade’. Aí eu fiz meu serviço. Por volta das 15h10, o Firmino entrou numa salinha e eu vi. Ele estava mexendo no telefone celular e já com uma parte do calcanhar descalço, como se fosse tirar os sapatos. E com a janela aberta. Perguntei se ele estava apreciando, e ele disse: ‘Só pegando um vento’. Aí eu saí e aconteceu”, afirmou em entrevista exclusiva ao OitoMeia.

Funcionários do edifício onde ocorreu a morte prestaram depoimento no DHPP na quarta-feira passada (Foto:Ricardo Morais/OitoMeia)

A MORTE DO EX-PREFEITO E OS “SINAIS”

Firmino Filho foi encontrado morto há exatamente sete dias, na tarde do dia 06 de abril, em frente ao edifício Manhattan River Center, na zona Leste de Teresina. O ex-gestor da capital caiu do 14º andar do prédio onde funciona o Tribunal de Contas da União (TCU) em que ele trabalhava como auditor fiscal. Firmino da Silveira Soares Filho morreu aos 57 anos. Ele foi vereador, deputado estadual e prefeito de Teresina por quatro mandatos. Considerada uma das maiores lideranças não apenas de Teresina, mas de todo o Piauí, Firmino Filho era cotado nos bastidores da política para ser candidato a governador, a senador ou pelo menos a deputado federal em 2022.

Desde a sua morte, não param de surgir especulações sobre o falecimento do ex-prefeito. Boa parte, não passa de fofoca e boato. Há quem avalie “sinais” com base nas suas últimas postagens em redes sociais. Uma de suas mensagens, que dizia:  “essa crise veio deixar tudo ainda mais claro. Não vai ficar bom para ninguém enquanto não ficar bom para todos”, foi bastante compartilhada. As pessoas avaliam que ele estaria triste por algum motivo e por isso teria tomado a decisão de dar fim à própria vida. Além disso a viúva Lucy Soares, deputada estadual, concedeu entrevistas informando que Firmino estava muito preocupado com a situação da pandemia.

Nesta segunda-feira (12/04), a missa de sétimo dia será celebrada pelo amigo pessoal Padre Tony Batista. Ocorrerá com transmissão pela TV, através da TV Assembleia, e pela Internet, via Youtube, no canal do padre e que será compartilhado nas redes sociais do ex-prefeito. O convite: Teresina amanheceu ensolarada. O céu de um azul bem leve combina perfeitamente com a brisa que entra pelas janelas. A cidade segue seu ritmo. A vida continua, como deve ser. Há sete dias o dono desse espaço nos deixava. Hoje, em memória a tudo que ele foi e sempre será, nos reuniremos mais uma vez em fé e oração. O @padretonybatista será o responsável por essa celebração de esperança, com transmissão através de seu canal no YouTube e pela TV Assembleia, canal 16. Todos estão convidados.

Barras - PI
Atualizado às 00h41
25°
Poucas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 24°
25°

Sensação

11.5 km/h

Vento

84.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Popular novo
Anúncio
Municípios
SANTA LUZIA
POSTO SANTA LUZIA
Últimas notícias
Excelência Contábil
Mais lidas
Cantinho da Pizza