TREVO e ALMEGA
Perseguição

Prefeito de cidade do Piauí é acusado de perseguir servidores

Segundo o vereador Veloso Neto, o gestor está removendo os servidores que fazem parte da oposição

12/01/2021 16h37
Por: Direto da Redação
Fonte: Lupa 1
Prefeito de cidade do Piauí é acusado de perseguir servidores
Prefeito de cidade do Piauí é acusado de perseguir servidores
 

O prefeito de Colônia do Piauí, Selindo Mauro Carneiro Tapeti (Selindinho), está sendo acusado pelo vereador Francisco Veloso Neto, de perseguição política contra os servidores que não apoiaram ele na eleição.

O vereador afirmou em entrevista,  que o gestor está removendo os servidores que fazem parte da oposição. “Todo ato de remoção deve ter motivação para que possa acontecer, a remoção pode acontecer, mas desde que tenha uma motivação justa, sem que aconteça perseguição partidária, onde tenha que haver a continuidade do serviço público, embora seja uma gestão nova, o serviço continua sendo o mesmo”, falou o denunciante.

Francisco Veloso, falou de uma servidora que há quase 10 anos é lotada em um setor, mas que saiu por não ter votado no atual prefeito. “No caso dessa servidora, Luiza, há 9 anos ela trabalha em um setor na Secretaria de Saúde, é concursada da prefeitura e por não ter votado no prefeito, sem nenhuma motivação, ela foi transferida para a área da Educação. O prefeito apenas mandou recado para que ela não fosse para o posto de trabalho e em seguida ele mandou uma portaria de nomeação onde ele não justifica o motivo da transferência”, disse Veloso.

“Se a servidora não cometeu nenhum crime no seu ambiente de trabalho, vem cumprindo com a sua responsabilidade não vejo porque ela ser removida e para o seu lugar ser colocada outra funcionária contratada. Notadamente a única justificativa para ela, e outros servidores serem removidos é por não terem votado no prefeito”, continuou.

“Acontece em Colônia do Piauí uma perseguição em massa na substituição de servidores efetivos, isso comprova e caracteriza perseguição política por parte do novo gestor”, finalizou.

Confira na íntegra a remoção de um servidor: