TREVO e ALMEGA
Alerta

Piauí registra 400 novos casos de HIV por ano e Sesapi faz alerta

A Sesapi está estimulando a todos os municípios do Piauí a intensificar a campanha do diagnóstico precoce na população.

01/12/2020 06h28
Por: Direto da Redação
Piauí registra 400 novos casos de HIV por ano e Sesapi faz alerta
Piauí registra 400 novos casos de HIV por ano e Sesapi faz alerta
 

Começam nesta terça-feira (1º) como atividades alusivas ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS nos municípios piauienses. Dados da coordenação de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) da Secretaria de Estado da Saúde destacam que são notificados 400 casos novos de AIDS e, em torno de 100 óbitos no Piauí.

De acordo com a Coordenadora das DSTs da Sesapi, Karina Amorim, o Piauí tem números crescentes de HIV / AIDS e por isso é importante que todos se voltem para o controle da doença. A Sesapi está estimulando a todos os municípios do Piauí a intensificar a campanha do diagnóstico precoce na população.

“Ao ano, são notificados em torno de 400 casos novos de AIDS e, em torno de 100 óbitos no Piauí. Com o diagnóstico precoce, é mais fácil o combate. É importante que a população saiba o seu status sorológico e faça pelo menos uma vez ao ano o teste do HIV ”, diz a coordenadora.

O Secretário de Saúde, Florentino Neto, alerta para que o piauiense que testar positivo para um AIDS COMCOM logo o tratamento. Quanto mais precoce, uma carga viral será indetectável, impedindo uma pessoa de adoecer, desenvolver Aids e até mesmo de transmitir o vírus para outra pessoa.

“Se for positivo, automaticamente começa o tratamento porque reduz os níveis de carga viral e diminui conforme as chances de transmissão do vírus para outras pessoas. Uma pessoa se protege e protege os outros ”, afirma o secretário.

Durante todo o mês de dezembro será feito o trabalho de prevenção e diagnóstico para o controle da doença. Este ano o tema da campanha é o diagnóstico precoce. Nesta terça-feira, o Sesapi realiza Live Webinar, das 16h às 18h, sobre o Dezembro Vermelho. As inscrições podem ser feitas através do even3.com.br/lutaHIV

Com informações da Sesapi