TREVO e ALMEGA
É FAKE

#FAKE: Ministério da Saúde repassa R$ 14 mil a prefeituras por cada morte por Covid-19

É #FAKE. Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz: “Você sabia que a cada atestado de óbito por coronavírus o hospital recebe do governo federal R$ 14 mil? Está explicado”.

27/07/2020 09h12
Por: Direto da Redação
#FAKE: Ministério da Saúde repassa R$ 14 mil a prefeituras por cada morte por Covid-19
#FAKE: Ministério da Saúde repassa R$ 14 mil a prefeituras por cada morte por Covid-19
 

É #FAKE. Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz: “Você sabia que a cada atestado de óbito por coronavírus a prefeitura ou hospital recebem do governo federal R$ 14 mil? Está explicado”. 

O Ministério da Saúde esclarece que não faz “repasse de verba por registro de morte”. “A pasta realiza o repasse de recursos para ações e serviços públicos de saúde. Esta verba é usada por secretarias estaduais e municipais de saúde para custeio dos serviços, aquisição de insumos básicos para o funcionamento dos postos de saúde e de hospitais, por exemplo, além de proporcionar equipamentos e recursos humanos a estados e municípios”, informa, em nota oficial. 

Ou seja, os repasses não são impactados pelo número de óbitos em decorrência do coronavírus registrados em unidades de saúde, ao contrário do que afirmam várias mensagens falsas similares que circulam em redes sociais, segundo as quais médicos são obrigados a atestarem mortes por Covid-19.

A médica Ligia Bahia, especialista em saúde pública, ratifica que o número de óbitos não é usado como critério para os repasses federais, e que isso não muda com a pandemia. “A afirmação não faz o menor sentido. O sistema de transferência de recursos do Ministério da Saúde para secretarias estaduais e delas para as municipais está relacionado com o número de habitantes, de hospitais, de equipes de saúde da família. Esses são os critérios para alocação de recursos. O número de óbitos, que depende do tamanho da população e do espalhamento dos casos, não é critério. Isso nem no Brasil nem em qualquer lugar do mundo. Jamais aconteceu, e é algo que não muda durante a pandemia. Quanto aos critérios de remuneração, sempre são os números de intervenções, consultas, exames realizados. São dados de atendimento. Óbito não é objeto de transação pecuniária, nem poderia ser.”

Em Barras PI, essa informação circulou e tem sido "moeda" usada para atacar adversários políticos, o que ainda é pior, pois além do crime de se espalhar notícias falsas ainda fazem da desgraça alheia trampolim político. Portanto, é #fake o que vem se espalhando em rede social aqui no município de Barras. 

Barras - PI
Atualizado às 01h00
26°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 25°
27°

Sensação

7.6 km/h

Vento

73.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
CENTRO MOVEIS
Popular novo
PEDE AI
Municípios
SANTA LUZIA
POSTO SANTA LUZIA
Últimas notícias
Excelência Contábil
Mais lidas
Cantinho da Pizza