Demissão

Carlos Alberto Decotelli pede demissão e deixa Ministério da Educação

Apenas 5 dias após ser nomeado, ele deixa Ministério da Educação e se torna ministro de permanência mais curta do governo Bolsonaro.

30/06/2020 20h14
Por: Direto da Redação
Carlos Alberto Decotelli pede demissão e deixa Ministério da Educação
Carlos Alberto Decotelli pede demissão e deixa Ministério da Educação
 

Antes mesmo de tomar posse, Carlos Alberto Decotelli deixou o Ministério da Educação. Ele entregou a carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro na tarde desta terça-feira (30), após contradições em informações em seu currículo. No lugar da posse, que estava prevista para esta tarde, a saída; ele deixa o cargo apenas 5 dias após seu nome ter sido publicado no DOU (Diário Oficial da União). Ele é o terceiro chefe do MEC a deixar a pasta em um ano e meio de governo. 

Após um encontro com Bolsonaro na tarde desta segunda (29), Decotelli negou que deixaria o ministério, minimizado as contradições em seu CV. O presidente, contudo, não se satisfez com as justificativas que ouviu de seu agora ex-ministro. 

As sequentes dores de cabeça de Bolsonaro com o CV de Decotelli desgastaram o núcleo militar, que bancou a indicação do economista à vaga no MEC. Em especial os ministros militares do Planalto têm sido criticados pelo próprio Bolsonaro por não terem checado os dados do currículo do ex-presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).