Popular
Gasolina cara

Piauí tem a gasolina mais cara do Nordeste e a quarta do Brasil

Seundo o estudo, o preço médio do combustível nas bombas piauienses é de R$ 4,68, esse valor perde apenas para os estados do Rio de Janeiro, R$ 4,85; Acre, R$ 4,82 e Minas Gerais, R$ 4,76

28/11/2019 08h24Atualizado há 1 semana
Por: Direto da Redação
 

Um relatório divulgado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária – CONFAZ por meio de ATO COTEPE/PMPF Nº 28, de 25 de Novembro de 2019, publicado no Diário Oficial da União Terça-feira (26/11), revelou que o Piauí é o 4º estado com a gasolina mais cara do país e a mais cara do Nordeste.

Seundo o estudo, o preço médio do combustível nas bombas piauienses é de R$ 4,68, esse valor perde apenas para os estados do Rio de Janeiro, R$ 4,85; Acre, R$ 4,82 e Minas Gerais, R$ 4,76.

O levantamento é feito para servir como referência para cobrança de impostos nos estados. Os estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo estão entre os estados com a gasolina mais barata do país, custando R$ 4,16.

Segundo o Serviço de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON, o tributo estadual é o que motiva o encarecimento do combustível no Piauí.

“O Piauí é o segunda maior carga tributária de ICMS de 30%. Então envolve outros fatores também como o combustível atrelado ao dólar.” Declarou o chefe da divisão de fiscalização do PROCON, Arimatea Area Leão.

O aumento da gasolina termina refletindo nos preços nos preços de outros produtos, mas o PROCON afirma que está atento as fiscalizações constantes.

“Aumentando o combusítvel, aumenta o frete, a alimentação. Então o combustível influencia em vários outros produtos, nós temos o levantamento de notas fiscais, quando há a redução no valor do combustível, nós vamos em lóco até aquele posto de combustível verificamos as notas fiscais se houve a redução no valor daquele combustível e ai o Procon faz uma advertencia no posto para que ele repasse a redução para o consumidor.” disse Arimatea Area Leão.

Novo aumento no combustível

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (27) o reajuste de 4% no preço da gasolina em suas refinarias. Na semana passada, a empresa já havia aumentado o preço do combustível em 2,8%. Não houve reajuste no preço do óleo diesel.

O aumento vale para o combustível vendido nas refinarias para os distribuidores, ou seja, os postos de gasolina. O valor final que o motorista pagará para abastecer o carro dependerá de cada posto.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.