Popular
Descaso

Crianças bebem água de pote e usam banheiro improvisado com lona em escola no Piauí

Além disso ônibus escolares estão parados por falta de manutenção, porém a folha salarial da prefeitura está cheia e gastos supérfluos geram estranheza

14/10/2019 15h51
Por: Direto da Redação
 

A educação é um dos pilares primordiais da sociedade, possuindo papel fundamental na formação do cidadão. Através dela é possível mudar a realidade e o futuro de toda uma geração, por conta disso, juntamente com a saúde, são essenciais no desenvolvimento de um determinado lugar, espaço ou até mesmo de uma região, porém, no município de Currais, localizado a 8km de Bom Jesus a educação não parece ser nenhuma prioridade. A informação é do Portal Gurgueia.

Uma escola que fica localizada na localidade ‘’Bonita”, que de bonita mesmo só tem a esperança do povo por dias melhores, está em uma situação degradante:

Os alunos são submetidos a beber água de um pote, o banheiro é feito de sacos, que foram recortados e envolvidos em paus. A estrutura é sustentada através de escoras, o piso está esburacado e as paredes desgastadas e precisando de pintura e não há nenhum espaço adequado para o lazer dos alunos e nem adequada para o trabalho dos docentes.

Um fato que gera revolta é que o município de Currais possui um orçamento bem generoso, tendo em vista que neste ano (2019) em apenas uma licitação a qual este Portal tomou conhecimento a Prefeitura previa um gasto de quase meio milhão de reais apenas com comunicação visual, confira: https://portalgurgueia.com.br/noticia/4615/prefeitura-de-currais-vai-gastar-quase-meio-milhao-com-comunicacao-visual

A educação não pode ficar em segundo ou terceiro plano, deve ser tratada com respeito pois o povo da “Bonita” merece uma escola digna para seus filhos estudarem.

O problema estende-se também ao transporte escolar, que conta com ônibus parados por falta de manutenção, jogados ao léu, um verdadeiro descaso com o patrimônio público – veja nas fotos

Tentamos entrar em contato com o prefeito Raimundo Santos, porém obtivemos resposta até o fechamento desta matéria. O espaço permanece aberto para eventuais esclarecimentos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.