Popular
Tratamento de câncer

Câncer de mama atinge 600 piauienses por ano; 70% em estado avançado

. A doença é a que mais mata mulheres no país.

03/10/2019 07h50
Por: Direto da Redação
 

Com a chegada do mês de outubro, é intensificado o trabalho de incentivo ao autoexame da mama entre a população de mulheres com o Outubro Rosa. Estimativas do Instituto Nacional do Câncer apontam que só no Piauí o câncer de mama atinge 600 mulheres por ano.

No ano passado foram registrados 545 novos diagnósticos da doença e 157 casos de mortes por complicações. O mais grave é que em 70% dos diagnósticos a doença estava nos estádios mais graves. A doença é a que mais mata mulheres no país.

“É importante que a mulher conheça o seu corpo,que ela analise o seu corpo que ela observe alterações na mama, seja a presença de nódulos na mama ou na axila ou no pescoço, que ela observe a coloração da pele, que observe se há saída de líquido pela mama”, alerta a coordenadora Estadual de Saúde da Mulher, Alzenir Moura Fé.

Os especialistas alertam que a doença é silenciosa mas que quando descoberta cedo, as chances de cura aumentam.

Para prevenir a sociedade, principalmente as mulheres, uma caminhada do Outubro Rosa ocorre neste domingo (6) com distribuição de senhas para exames de mamografia.

O trabalho de diagnóstico começa na unidade básica. A cada dois anos, mulheres de 50 a 69 anos devem fazer a mamografia. De acordo com a coordenadora Estadual de Saúde da Mulher, existem mamógrafos em 17 municípios do Piauí disponíveis pelo SUS para exames mais detalhados.

Fonte: Cidade Verde

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.