Popular
Ouça o aúdio

Em suposto áudio vazado no whatsapp, ex-prefeito chama ex-padre de Barras de 'vagabundo e sem vergonha'

Ainda magoado, Carlos Couto diz que não participará mais de missas enquanto o Monsenhor continuar como líder da igreja católica do município.

13/09/2019 16h36Atualizado há 2 meses
Por: Direto da Redação
Fonte: Francisco Barbosa
 

Amado por todos os barrenses, Monsenhor Silvestre, teria sido agredido por um ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios PI, em suposto áudio vazado do Whatsapp, mostra a fala atribuída ao político, onde o religioso é chamado claramente de "Vagabundo" e " Sem vergonha". A informação é da página do Jornalista Francisco Barbosa. Veja a matéria na integra.

Ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios do Piauí chama padre de vagabundo em grupo de WhatSapp. Derrotado nas últimas eleições, Carlos Couto acusa Monsenhor Silvestre de favorecer seus adversários políticos nos atos religiosos.

Os chocantes áudios depositados por Couto no grupo “Portal da Drogaria” revelam a ira do empresário após outro integrante ter postado imagens dos festejos do povoado chapada, zona rural, na noite desta quinta-feira (12).

 

Ainda magoado, Carlos Couto diz que não participará mais de missas enquanto o Monsenhor continuar como líder da igreja católica do município. “Para eu não ter o desprazer de falar umas poucas e boas pra ele dentro da igreja, prefiro não ir”, esbraveja.

Por causa das fortes críticas do empresário ao padre, que é muito querido na cidade, certamente o Bispo Dom Francisco de Assis da Diocese de Campo Maior analisará a situação para tomar às medidas cabíveis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.