Popular
Tentativa de estupro

Mulher é esfaqueada ao evitar o próprio estupro em Boa Hora do PI

A vítima foi socorrido e levada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

08/08/2019 17h28Atualizado há 2 semanas
Por: Direto da Redação
 

Uma jovem sofreu três golpes de facas ao evitar o próprio estupro no município de Boa Hora, a 134 km de Teresina. A vitima estava dormindo quando foi surpreendida com o suspeito - já identificado pela polícia como "Naldo Beija" - em sua residência, na madrugada desta quinta (8), na localidade Mato Seco. 

O comandante da Polícia Militar de Barras, capitão Miguel Batista, disse que o suspeito aproveitou o momento em que a vítima, de 22 anos, estava sozinha na casa para poder cometer o crime. O marido dela estava viajando para Teresina, segundo a PM.  

Acusado

 

"Ele tava caçando mais uma vítima. Esse rapaz já respondeu por outro estupro, ficou preso uns oito anos, e agora está solto. Se aproveitou que o marido da mulher viajou para entrar na casa na tentativa de fazer alguma coisa com ela. Só que eles entraram em luta corporal, ele desferiu essas três facadas nela e fugiu", disse o capitão. 

Não há informações sobre como o suspeito entrou na residência nem  se ele acompanhava a rotina da vítima para saber em que momento ela estaria sozinha no local.  O suspeito também poderá responder por tentativa de homicídio.

O capitão também comentou que o suspeito fugiu da casa correndo e a mulher buscou socorro aos vizinhos. A vítima foi socorrido e levada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

O hospital informou ao Cidadeverde.com que o paciente está em observação e medicada, passou por suturas e exames. O quadro de saúde é considerado estável.

Sobre o suspeito, as equipes da Polícia Militar de Boa Hora e Boqueirão do Piauí estão em diligência para localizá-lo e prendê-lo ainda em flagrante. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.