Popular
Conselhos

Isabela Freitas aconselha: 'Mamães de primeira viagem: calma, tudo passa!'

A ESCRITORA É AUTORA DO BEST-SELLER "NÃO SE APEGA, NÃO!"

29/07/2019 15h42
Por: Direto da Redação
Fonte: Pais e Filhos / UOL
Isa, autora do best-seller “Não se apega, não!”, é casada com, o também escritor, Lucas Nazareth e juntos têm um filho de 8 meses, Pedro (Foto: Reprodução)
Isa, autora do best-seller “Não se apega, não!”, é casada com, o também escritor, Lucas Nazareth e juntos têm um filho de 8 meses, Pedro (Foto: Reprodução)
 

Esse ano é o ano das famosas grávidas e sendo mamães, né? Poderíamos ficar horas fazendo lista de quem engravidou e quem deu á luz. A escritora e influencer Isabela Freitas, é uma das felizardas com um bebê na família.

Isa, autora do best-seller “Não se apega, não!”, é casada com, o também escritor, Lucas Nazareth e juntos têm um filho de 8 meses, Pedro. A mãe abriu o coração em entrevista à Pais&Filhos e falou da nova fase, sobre a convivência com o bebê e sobre a relação amorosa com o marido, após o nascimento da criança.

O que uma mãe de primeira viagem precisa saber?

Isabela Freitas: Você vai dormir pouco, verdade, mas o amor… Ah, o amor. Você vai conhecer o amor mais puro que existe. Vai olhar pro seu filho e se ver. Vai se chocar toda vez que pensar que foi você quem fez essa pessoinha tão pequena, tão pura, tão cheia de luz. Ter um filho é se iluminar. Renascer. Se tornar sua melhor versão. É dormir pouco, mas manter o sorriso no rosto. É se desesperar com as famosas cólicas, mas saber que tudo passa. Ter um filho é ter uma conexão mágica com outro alguém. Isso é especial demais. Mamães de primeira viagem: calma, tudo passa. Inclusive o primeiro ano do seu filho vai passar voando. Aproveite todos os momentos. Até os difíceis.

Para você, a exposição do Pedro na mídia e nas redes sociais é algo natural ou preocupante?

Isabela Freitas: É algo natural. Mesmo se eu tivesse apenas 10 seguidores iria postar sobre o Pedrinho o dia inteiro. Eu simplesmente não conseguiria guardar minha melhor obra só para mim.

Qual a maior dificuldade que você enfrenta cuidando do seu bebê? 

Isabela Freitas: Minha maior dificuldade era colocar o Pedrinho para dormir à noite. Enquanto ele era recém-nascido era fácil, tranquilo. Quando adquiriu uma certa personalidade aos 4 meses, começou a não querer ser ninado no colo. Passei, então, a colocá-lo para dormir no carrinho e deu certo. Mas, aos poucos, ele descobria todas as minhas técnicas e resistiu a todas elas. Comecei a ninar ele na sala de casa, evoluí para o quintal, depois na minha rua e, para completar, até volta no condomínio eu dava. Hoje em dia ele voltou a dormir no meu colo novamente. Tem dias que mal coloco ele apoiado no peito e ele já começa a roncar. Me sinto vitoriosa. Cada bebê tem sua particularidade, né? A do Pedro era querer ficar sempre acordado mesmo com sono. Agora ele tem 11 meses e 14 kg e continua não sendo fácil fazê-lo dormir. (risos)

Como está a relação do casal depois do nascimento do seu filho?

Isabela Freitas e Lucas Nazareth: Não temos muito o que falar sobre “mudanças no relacionamento”, visto que o Pedrinho está no meio da nossa relação praticamente desde o começo. Descobrimos que seríamos pais depois de apenas dois curtos meses ao lado um do outro. Mas, com certeza, foi a melhor coisa que nos aconteceu: fortaleceu nossos laços, criamos cumplicidade, nos conhecemos melhor do que nunca. Afinal, pode-se considerar que esses quase dois anos que estamos juntos equivalem a muito mais que isso, não nos desgrudamos e não enjoamos (nem pretendemos) um do outro. Agora somos uma família, e fazemos tudo um pelo outro. Falta tempo, faltam noites de sono bem dormidas, sobra cansaço. Mas tem muito amor.

Que conselhos você dá para que outras mulheres consigam ter mais confiança no início da maternidade? 

Isabela Freitas: Deixe que seu filho te guie, sinta suas vontades, fortaleça a conexão de vocês. Não tente impor o que você acha que é o certo. Ele é apenas um bebê e quando chora pode ser por fome, frio, calor, dor ou saudade do seu colo. Fique calma diante disso, porque vai passar. Aceite ajuda, já que mães não são super-heroínas e você merece descansar um pouco. Além disso, é importante criar uma rotina para o seu bebê e aceitar o fato de que você não é perfeita, é apenas um ser humano dando o melhor. Por isso, não faça comparações. Cada um com suas particularidades. Escute opiniões e acate apenas as que você acha que convêm. As pessoas falam de mais, mas quem tem o poder da decisão no fim do dia é apenas você.

Liste as principais dicas para quem está esperando um bebê.

Isabela Freitas: – bodys brancos, você vai usá-los demais. Para tudo. Tenha muitos.

 – sinta suas vontades, fortaleça a conexão de vocês. Não tente impor o que você acha que é o certo.

– aceite ajuda. Mães não são super-heroínas, você merece descansar um pouco.

– crie uma rotina pro seu bebê. Isso vai ajudar muito.

– aceite o fato de que você não é perfeita, nem vai se tornar, você é apenas um ser humano dando o seu melhor.

– não faça comparações. O filho da fulana é o filho da fulana. O seu filho é o seu filho. Todos são diferentes, cada um com suas particularidades.

– escute opiniões, e acate apenas as que você acha que convém. As pessoas falam demais, mas deixe que falem. Quem tem o poder da decisão no fim do dia é apenas você.

Pai também faz parte

Lucas Nazareth, escritor, pai de Pedrinho e marido da Isabela Freitas conta como está sendo a primeira experiência como pai.

– Como está sendo o desafio de ser pai pela primeira vez?

Lucas Nazareth: No começo é aterrorizante, mas não por ser algo ruim, e sim pelo medo. Acho que, principalmente na minha idade (tive o Pedro com 23 e estou com 24), você arranca todos os cabelos. Foi muito difícil acreditar que eu seria capaz de cuidar de uma vida tão pequenina, mas hoje minha mulher fala que eu sou o melhor em ninar a nossa fera. Tudo foi uma maravilhosa surpresa. Tirando as noites de sono perdidas e a dor que dá no coração de ver seu filho chorando por causa de 8 dentes nascendo ao mesmo tempo, acho que não tem nada que eu considere tão difícil assim até agora (Risos). Talvez quando for o primeiro dia na escola e ele entre sem olhar para trás seja a próxima tarefa forte que o destino irá me impor. (Mais risos)

O que seu filho mudou na sua vida e na sua rotina?   

Lucas Nazareth: Como falei, o sono é a principal mudança, porque muda tudo mesmo, sem exceção. Você vive voltado para o seu bebê, muda seus horários de acordo com o dele, trabalha quando ele dorme, faz suas coisas com uma maquininha a todo vapor ao seu lado, portanto perde um pouco da concentração dependendo do que está fazendo. Minha relação com a Isa foi construída com base nele, desde a gravidez, por isso posso falar com veemência: TUDO mudou, minha vida foi da água para o vinho — Ou melhor: do vinho para a água (risos). Mas quando a gente olha para o sorriso dele, tudo vale a pena.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.