Popular
Possível expulsão

Flávio Nogueira e Átila Lira votam a favor e podem ser expulsos de partidos

Carlos Lupi e o líder político nacional do PDT, Ciro Gomes, afirmaram que a proposta traz prejuízos a classe mais pobre, por este motivo, era incompatível a defesa pela aprovação.

11/07/2019 09h10Atualizado há 5 dias
Por: Direto da Redação
Fonte: O Dia
Flávio Nogueira e Átila Lira podem ser expulsos de seus partidos - Foto: Arquivo O Dia
Flávio Nogueira e Átila Lira podem ser expulsos de seus partidos - Foto: Arquivo O Dia

Os deputados federais piauienses Flávio Nogueira e Átila Lira podem ser expulsos do PDT e PSB, respectivamente. Ambos contrariaram o posicionamento dos seus partidos, que tinham fechado questão contra a aprovação da reforma da Previdência.

No decorrer do dia de ontem (10), o presidente do PDT, Carlos Lupi e o líder político nacional da sigla, Ciro Gomes, afirmaram que a proposta traz prejuízos a classe mais pobre, por este motivo, era incompatível a defesa pela aprovação.

“Defenderei que o PDT expulse aqueles que votarem contra o povo nesta reforma de previdência elitista”, exclamou Ciro Gomes, através das redes sociais. “Pelas minhas contas, são de 3 a 7, mas quero reduzir esse estrago para um ou dois", completou o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Mesmo após as declarações dos dirigentes nacionais do PDT, o deputado federal Flávio Nogueira, votou pela aprovação do texto e criticou o posicionamento da sigla. Para ele, o voto favorável à Reforma da Previdência não é motivo para justificar a expulsão de um parlamentar do partido. Apesar disso, ele garante que está tranquilo e diz que está preparado para as consequências de seu posicionamento.

“Isso não passa de uma retaliação. É um cerceamento de liberdade do deputado tomar uma decisão de acordo com sua consciência”, avaliou Flávio Nogueira.

Já o deputado federal Átila Lira, já vem trabalhando com a hipótese de deixar o PSB há vários meses. A tendência é que ele siga para o DEM.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.