Popular
Diz Sinpoljuspi

Presos usavam cela como ‘boca de fumo’ em penitenciária no Piauí

Também foram encontrados dois celulares, fones de ouvido e um carregador de celular”, informou o presidente do Sinpoljuspi.

10/06/2019 07h56
Por: Direto da Redação
reprodução
reprodução
 

Uma cela da Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina, em Parnaíba, era usada como ponte de venda de entorpecentes, de acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi). O presidente da associação, Kleiton Holanda, informou ao G1 que durante uma vistoria de rotina na sexta-feira (7) foram encontrados 26 papelotes de cocaína prontos para comercialização.

A Secretaria de Estado de Justiça informou que ainda vai se pronunciar sobre o caso.

“Os agentes penitenciários encontraram a droga toda dividida, pronta para venda. E um dos detentos confessou ser o proprietário da droga e que ele fazia a venda na penitenciária. Também foram encontrados dois celulares, fones de ouvido e um carregador de celular”, informou o presidente do Sinpoljuspi.

A droga foi encontrada em uma das sete celas do pavilhão da ala dois, que abriga 27 detentos. “Em todas as celas foram encontradas ilicitudes. Na cela ao lado foi encontrado mais drogas, que podem inclusive pertencer à mesma pessoa. Já que às vezes eles escondem em lugares diferentes com medo de serem encontrados durante as vistorias”, disse Kleiton Holanda.

O presidente sindical informou que os itens proibidos entram na penitenciária por meio da visita íntima. “Acreditamos que seja dessa forma, que os ilícitos entram introduzidos nas partes íntimas das visitas, porque durante a visitação nós utilizamos raio X, detecção de metal, vistoria e não encontramos”, pontuou Kleiton Holanda.

Fonte: G1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.