Popular
Rombo na PMB

Dividas acumuladas da prefeitura de Barras ultrapassam R$ 70 milhões

As dívidas são do FGTS, INSS, água, energia elétrica, precatórios e IR.

05/06/2019 08h26Atualizado há 2 semanas
Por: Direto da Redação
Fonte: Longah
 

A controladora do município de Barras, Leonilda Teixeira do Rego, esteve na Câmara Municipal de Barras nesta segunda-feira (3) para esclarecer aos vereadores sobre o enorme contingente de dívidas que se acumulam na Prefeitura de Barras desde que iniciou a gestão do prefeito  Carlos Monte. As dívidas são provenientes das gestões passadas, a maioria delas da administração do ex-prefeito Edilson Sérvulo "o capote".

Municiada com toda a documentação, a controladora revelou para os vereadores da oposição cada centavo dos mais de 70 milhões de dívidas acumuladas. Muitas delas já foram parceladas, mas impedem que a prefeitura receba recursos federais e possa solicitar empréstimos. Há dívidas parceladas em 60 meses e até em 200 meses. Além disso a prefeitura está com cadastro negativo no Cadastro Único de Convênios (CAUC), que impede que estados e municípios possam receber recursos, uma espécie de SERASA dos órgãos públicos.

Participaram da reunião os vereadores Roberto veras, Vinício Marques, Antonio Leite, Irlândio Sale, Edgar Almeida, Jovelina Furtado, o secretário de Administração José Luís Castelo Branco e a vice-prefeita Cynara Lages.

A controladora mostrou o tamanho do rombo e a dificuldade que a prefeitura está tendo financeiramente para administrar a cidade.

São dívidas com o IR, FGTS, INSS, água, energia elétrica e precatórios, dentre outras.

Veja o vídeo e compreenda a atual situação da prefeitura!

Fotos e vídeo do Longah.com / * Maria Carcará

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.