Popular
Ministro da Educação

Ministro cita Teresina como exemplo de educação de baixo custo que deu certo

"Tem muitas soluções boas acontecendo no Brasil, não é que tem de olhar só para fora", ressalta

23/05/2019 09h38
Por: Redação II
Fonte: 180 graus
Abraham Weintraub
Abraham Weintraub

Durante reunião na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, citou a cidade de Teresina como exemplo no Brasil onde a educação vem dando certo, mesmo com baixo custo.  

— Tem muitas soluções boas acontecendo no Brasil, não é que tem de olhar só para fora. Tem, por exemplo, o município de Teresina, do deputado Átila [Lira], que está tendo desempenho maravilhoso — pontuou Weintraub.

Citando também casos de municípios do Ceará, o ministro defendeu que são esses exemplos que podem ser replicados por todo país. 

Em Teresina, o gasto anual por aluno é de R$ 6.600. Em capitais mais ricas, o gasto chega a R$ 9.934. Ainda assim, no ano passado, a capital piauiense comemorou o destaque nacional, quando passou a ser a capital com o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil. Ficou acima de Palmas, que até então ostentava o lugar mais alto do pódio. Os resultados também ultrapassam São Paulo e Rio de Janeiro, capitais que apresentam mais gastos por aluno.

O Ideb atual é 6.8 nos Anos Iniciais e 6.0 nos Anos Finais, o maior entre todas as capitais do país, ultrapassando também as metas projetadas pelo MEC já nos anos futuros. Diferente da maioria dos municípios do Brasil, onde os pais ainda dormem em filas para conseguir vagas em creches, Teresina comemora a universalização do ensino para crianças a partir de 4 anos de idade desde 2016.

Na rede pública municipal de Teresina são cerca de 89 mil alunos matriculados em 2019. São 310 unidades de ensino e mais 21 creches em construção.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.