Popular
Soltura

Playboy dos iphones é colocado em liberdade após decisão

Ele é acusado de receptar mais de 400 celulares.

Visão Política Análise sobre a política local, estadual e nacional.

09/10/2018 09h18Atualizado há 9 meses
Por: Redação II
Fonte: meio norte
Reprodução
Reprodução

Na noite de segunda-feira (08/10), o advogado de defesa conseguiu a liberdade do homem identificado como Eduardo Nando, mais conhecido como ‘playboy dos iPhones’, acusado de receptar mais de 400 celulares. O suspeito já teria um novo mandado de prisão expedido, mas o advogado negou a informação.

Segundo o advogado, Dr. Fenelon, o seu cliente teve a prisão decretada pelo juiz da Central de Inquéritos a pedido do delegado do 6º distrito policial. “Nós não ficamos contentes e descordando da decisão do juiz impetramos um habeas corpus no Tribunal de Justiça, essa liminar foi negada e recorremos ao Superior Tribunal de Justiça onde o ministro Sebastião Reis Júnior deu razão a defesa e concedeu a liberdade do Eduardo Nando, ele foi investigado inicialmente pela receptação de três celulares que ele comprou na OLX e não teve o cuidado de obter a nota fiscal. A defesa desconhece qualquer mandado até porque disseram que a prisão dele estava ilegal”, declarou.

“Inicialmente havia um mandado de prisão, a prisão dele tinha sido decretada no dia 26 do mês passado, entretanto a defesa conseguiu provar depois de um pedido ao STJ, o STJ reconheceu que a defesa tinha razão, e revogou a prisão, a defesa tem certeza que ele irá permanecer em liberdade durante todo o processo e no final vai provar sua inocência”, disse o advogado.

 

Acusado foi solto após decisão (Crédito: Reprodução/TVMN)
Acusado foi solto após decisão (Crédito: Reprodução/TVMN)
Advogado conseguiu a liberdade do playboy dos iphones (Crédito: Reprodução/TVMN)
Advogado conseguiu a liberdade do playboy dos iphones (Crédito: Reprodução/TVMN)
 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.