Sexta, 19 de outubro de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação
Especiais

06/10/2018 ás 18h39

Redação II

Barras / PI

Presidente do TRE-PI critica "onda de ódio" e defende respeito ao resultado das eleições
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), Sebastião Ribeiro Martins, criticou o que chamou de “onda de ódio eleitoral” . Ele pede que o país respeite o resultado das eleições que deverá ser anunciado até às 21 horas do domingo (07).
Presidente do TRE-PI critica
Reprodução

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), Sebastião Ribeiro Martins, criticou o que chamou de “onda de ódio eleitoral” . Ele pede que o país respeite o resultado das eleições que deverá ser anunciado até às 21 horas do domingo (07).


“As eleições é uma festa da democracia. Esse discurso do ódio, essa onda de ódio eleitoral não deveria existir. Devemos unificar o país. O eleitor vota livremente em seu candidato e depois das eleições, é preciso que o candidato vitorioso tenha a legitimidade garantida pela Constituição. É um princípio da Constituição. É o princípio da soberania popular. O resultado das urnas tem que ser respeitado. Vence as eleições o candidato que conseguir a maioria dos votos”, afirmou. 


Sebastião Ribeiro Martins reafirma a segurança da urna eletrônica. O presidente lembra que candidatos que levantam suspeitas sobre as urnas, como Jair Bolsonaro (PSL), já foram eleitos em outros pleitos com a urna e não questionaram. 


“A urna eletrônica é segura, já foi testada e aprovada. É um produto da tecnologia brasileira. Vários países já adotaram a urna brasileira. Vários candidatos que criticam a urna já foram eleitos várias vezes através da urna e não criticaram. Testes já mostraram a legitimidade do processo”, declarou.


No dia da votação, o presidente alerta para a possibilidade da prisão em flagrante por supostos crimes eleitoral. Ele lembra ao eleitor que não só a compra de votos é ilegal, como também, a venda. 


“A venda de voto é ilegal. O eleitor deve ter consciência de quer o voto é para o bem da democracia e da cidadania. O eleitor para votar não precisa receber nenhum benefício e nenhuma vantagem. Para exercer a sua cidadania tem que pensar no seu país e pensar no seu estado. É ilegal tanto da parte de quem compra quanto de quem vende o voto. Inclusive é crime de corrupção eleitoral. Se ficar comprovado que algum eleitor recebeu dinheiro e se houver denúncias, ele será processado na forma da lei”, disse.


Para o presidente, a expectativa da Justiça Eleitoral é que a votação ocorra dentro da normalidade. “O TRE-PI todos os anos faz um planejamento das eleições. Está tudo organizado, as urnas já estão nos locais de votação. Uma auditoria foi realizada para comprovar a segurança das urnas eletrônicas, os juízes eleitorais já estão preparados. Temos 470 técnicos de urnas à disposição dos juízes. Esperamos que tudo ocorra de forma tranquila e dentro da normalidade”, disse.

FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Sem foto

Visão Política

Blog/coluna Análise sobre a política local, estadual e nacional.
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium