Quarta, 12 de dezembro de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação
Economia

02/10/2018 ás 10h11

Redação II

Barras / PI

Trabalhador piauiense caiu, em média, R$ 375 em 2017
A remuneração média do trabalhador piauiense, que tem carteira assinada, teve queda de 13,41% em 2017. A média salarial caiu de R$ 2.798,71 para R$ 2.423,47.
Trabalhador piauiense caiu, em média, R$ 375 em 2017
Reprodução

A remuneração média do trabalhador piauiense, que tem carteira assinada, teve queda de 13,41% em 2017. A média salarial caiu de R$ 2.798,71 para R$ 2.423,47. Em valores absolutos, o salário foi reduzido em R$ 375,24, em média, de 2016 a 2017. Nacionalmente, o comportamento foi contrário. A remuneração média do brasileiro teve alta de 2,1% em 2017, chegando a R$ 2.973,23. 


Os dados são da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada pelo Ministério do Trabalho.


Escolaridade x renda


Os maiores salários, obviamente, são pagos para quem tem grau superior completo. A média salarial desse perfil de trabalhadores, no entanto, caiu mais que a média do estado. Em 2016, o rendimento médio era R$ 5.081,83, no ano seguinte passou para R$ 4.340,99, ou seja, ficou R$ 740,84 (14,58%) menor.


Na outra ponta, o salário dos trabalhadores analfabetos caiu 13,45% - passando de R$ 1.420,98 para R$ 1.129,80 (R$ 291,18 a menos).


A maior queda relativa no Piauí foi entre os trabalhadores que têm até a 9ª série do ensino fundamental. Eles tiveram redução salarial de R$ 282,09, o que representa uma queda de 15,68%. O salário deles passou de R$ 1.799,60 para R$ 1.517,51.


Em todos os graus de instrução houve queda salarial no Piauí.


Foto: Gazeta do Povo



Remuneração por sexo


Tanto as mulheres quanto os homens tiveram redução salarial entre 2016 e 2017 no Piauí. E essa redução foi praticamente igual: para eles, o salário caiu 13,33% e para elas 13,48%. 


Porém, em 2017, o salário médio dos homens continuou acima do das mulheres no Piauí. A média deles foi de R$ 2.526,10 e a delas R$ 2.423,47. A diferença entre os sexos é de 4,23%, ou R$ 102,63.


Nesse quesito, o Piauí se destaca por representar menor distância salarial entre os dois sexos do que a média nacional. No país, o salário dos homens encerrou o ano passado 17,46% acima do das mulheres, representados pelos R$ 473,16 a mais pagos, em média, aos trabalhadores do sexo masculino. 


Os dados indicam que o rendimento está caminhando para uma menor desigualdade entre os gêneros, porém a passos lentos. Em 2016, a remuneração básica recebida pelas mulheres correspondia a 84,3% do salário dos homens. Em 2015, o valor da remuneração feminina era 83,4% o da masculina e, em 2014, 82,39%.


 

 

FONTE: Cidade verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Sem foto

Visão Política

Blog/coluna Análise sobre a política local, estadual e nacional.
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium