Quinta, 20 de setembro de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação CNPJ 17.061.655/0001-72

37º

Min 24º Max 37º

Parcialmente nublado

Barras - PI

às 15:44
Polícia

12/07/2018 ás 16h32 - atualizada em 12/07/2018 ás 16h40

Direto da Redação

Barras / PI

Marido queima carro em motel ao confundi-lo com o da esposa
Em seguida, foi até a recepção e deixou um bilhete com um número de telefone e fugiu.
Marido queima carro em motel ao confundi-lo com o da esposa
 

Um homem confundiu um carro estacionado em frente a um motel com o da esposa e colocou fogo, em Itumbiara, no sul de Goiás, de acordo com a Polícia Militar. Ele ainda deixou um bilhete com o número de telefone na recepção. O responsável pelo incêndio informou ao G1 que vai pagar os estragos.


Segundo a Polícia Militar, uma mulher estava dentro do motel com um acompanhante na noite de terça-feira (10), quando foi informada pela recepcionista que seu carro, um VW/Voyage, estava pegando fogo. A funcionária do motel relatou à corporação que um homem confundiu o veículo que estava do lado de fora com o da sua esposa e, por isso, quebrou o para-brisa e colocou fogo.


Em seguida, foi até a recepção e deixou um bilhete com um número de telefone e fugiu. De acordo com o registro da ocorrência feito pela Polícia Civil, antes de ir embora, o homem pediu à funcionária que entregasse o papel para o amante da esposa para que eles resolvessem a situação.


O homem que colocou fogo no carro disse que vai arcar com os prejuízos e que, junto com o advogado, já entrou em contato com a vítima.


"Aquilo lá aconteceu por engano. Já estou organizando para pagar. Ela não pode ficar no prejuízo e a gente é homem e tem que ser certo nesse negócio", afirmou, sem se identificar.


Além disso, o homem explicou que estava alcoolizado. "Até agora não tenho lembrança disso direito. Se fui eu, eu vou pagar e combinar a melhor maneira", completou.


A mulher que estava no motel informou que o carro pertencia à mãe dela e que não conhece o homem que colocou fogo no carro. O caso foi registrado na Polícia Civil. O delegado Vinícius Penna confirmou que já investiga o crime, mas ainda não forneceu mais detalhes.


Fonte: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium