Sexta, 20 de julho de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação CNPJ 17.061.655/0001-72

25º

Min 22º Max 33º

Claro

Barras - PI

às 00:01
Tecnologia

27/06/2018 ás 09h34

Redação II

Barras / PI

Piauí Conectado vai modernizar serviços ofertados pelo Governo à população
O projeto para construção dessa rede de dados foi desenvolvido pelo Governo do Piauí através de parceria entre a Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Secretaria Estadual de Administração e Previdência (SeadPrev) e a Superintendência de Parcerias e C
Piauí Conectado vai modernizar serviços ofertados pelo Governo à população
Piauí conectado

No início deste mês, o governador Wellington Dias assinou a contratação da Parceria Público Privada (PPP) referente ao Programa Piauí Conectado, projeto que viabiliza a construção de uma rede de dados interligando com internet de melhor qualidade as unidades administrativas do estado, fato que vai modernizar a oferta de serviços disponibilizados pelo Governo do Piauí à população piauiense.


“É um contrato que vai resultar em investimentos de R$ 211 milhões. A partir de agora, serão 85 milhões no primeiro ano de investimento, depois mais R$ 79 milhões e assim até a conclusão. Isso significa gerar emprego e renda, primeiro pela possibilidade de uma comunicação moderna, segundo porque as instituições vão contar com telemedicina em praticamente todas as regiões, teremos o ensino à distância em nossas universidades abertas, em nossa educação técnica e pós-graduação”, explica Dias.


O projeto para construção dessa rede de dados foi desenvolvido pelo Governo do Piauí através de parceria entre a Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Secretaria Estadual de Administração e Previdência (SeadPrev) e a Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), tendo sido acompanhado e aprovado pelo Conselho Gestor do Estado, presidido pelo governador Wellington Dias.


Segundo dados levantados para a realização do estudo desta PPP, atualmente o Governo do Piauí possui 630 pontos de internet. Com a implantação do Piauí Conectado, esse número deve subir para 1500 pontos de acesso. As informações divulgadas pela Suparc mostram que atualmente um ponto de internet custa R$ 7.090, 00 para o estado e a partir da instalação desta PPP, o gasto com um ponto de internet deve cair para R$ 2.788,04.


Atendimentos em postos do Detran, Delegacias e Hospitais se tornarão mais ágeis com a implantação deste projeto. A tecnologia usada para construir a rede do estado será fibra ótica. Cinco mil quilômetros de fibra passarão por 96 municípios, que representa 80% da população piauiense, ou seja, cerca de 2,4 milhões de pessoas atendidas diretamente por este trabalho.


A instalação da fibra deve iniciar por Teresina em direção ao litoral do estado. “O projeto Piauí conectado é um dos vetores de desenvolvimento do estado do Piauí, é uma estrada digital, como a gente costuma falar, por onde vão trafegar informações importantes de todos os órgãos do Governo, de órgãos de outros poderes e também para a área privada, comenta Avelyno Medeiros, diretor geral da ATI.


Do litoral, a fibra ótica desce para a região Sul. “O projeto vai aumentar a capacidade e a capilaridade da rede do estado, com isso os serviços do governo terão maior estabilidade”, aponta o diretor técnico da ATI, David Amaral.


Além da construção da rede de dados, o Piauí Conectado prevê ainda a operação e manutenção de toda a infraestrutura do projeto referentes a transmissão de dados, voz e imagem. A empresa vencedora da licitação, Global Task, vai investir R$ 211 milhões no estado durante 30 anos. “Estamos falando de um investimento bastante volumoso e estamos falando de uma rede e de um serviço extremamente especializado, que precisa da contratação de um ente privado que faça a implantação, que opere e mantenha essa rede e que ao mesmo tempo possibilite ao estado prestar um serviço de qualidade, com eficiência para a população”, esclarece Viviane Moura, superintendente da Suparc.


Serviços
Com uma internet de melhor qualidade e com a estabilidade da conectividade será possível universalizar o Ensino à Distância no estado, garantindo aos alunos da rede estadual de ensino acesso à videoaulas e o download de diversos conteúdos didáticos. A área administrativa das escolas também será beneficiada, uma vez que os professores e diretores poderão se reunir por meio de teleconferência para planejar atividades curriculares e acessar sistemas online.


Em maio deste ano, o governador Wellington Dias lançou o programa de Telemedicina do estado, inaugurado por meio de uma videoconferência entre o Hospital Getúlio Vargas em Teresina e o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, localizado na cidade de Parnaíba. Na ocasião, os médicos do litoral puderam tirar dúvidas sobre casos de pacientes internados no HEDA em tempo real. Com a implantação do Piauí Conectado, o programa de Telemedicina será aplicado a outros hospitais do estado e vai permitir também que alunos de Medicina da Universidade Estadual do Piauí possam acompanhar procedimentos cirúrgicos, entre outros, por meio deste serviço.


O serviço de internet livre, disponível em locais públicos como parques, praças e bibliotecas, para uso da população, também será expandido a partir deste projeto, incluindo digitalmente uma parte da população sem condição de pagar pelo serviço de banda larga.


 

 

FONTE: ccom

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Visão Política - F. Epaminondas

Visão Política - F. Epaminondas

Blog/coluna Análise sobre a política local, estadual e nacional. Jornalista e radialista, Francisco Epaminondas "o nenen".
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium