Terça, 19 de junho de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação CNPJ 17.061.655/0001-72

22º

Min 21º Max 30º

Parcialmente nublado

Barras - PI

às 03:57
Esportes

05/06/2018 ás 10h42

Redação II

Barras / PI

Tite espera por Neymar para escalar time ideal pela 1ª vez
Pelo menos, essa é a ideia inicial do técnico Tite, que ainda espera pela recuperação física do atacante Neymar para definir os titulares do time.
Tite espera por Neymar para escalar time ideal pela 1ª vez
Neymar no treino

A escalação ideal da seleção brasileira para a estreia na Copa do Mundo da Rússia deverá entrar em campo pela primeira vez desde o início de uma partida no amistoso diante da Áustria, no domingo (10), às 11h (horário de Brasília), em Viena, na Áustria.


Pelo menos, essa é a ideia inicial do técnico Tite, que ainda espera pela recuperação física do atacante Neymar para definir os titulares do time.
Recuperado da cirurgia no quinto metatarso do pé direito, realizada há três meses, o camisa 10 da equipe brasileira atuou durante o segundo tempo do amistoso contra a Croácia, no domingo (3). Ele marcou o primeiro gol na vitória brasileira por 2 a 0.


Foi a primeira partida do jogador do PSG desde a lesão sofrida no dia 25 de fevereiro, em jogo pelo Francês. Ele e os demais jogadores da seleção ganharam folga nesta segunda-feira (4) e retornam aos treinos nesta terça (5), quando passarão por avaliações.


Se o atacante estiver sem dor, Tite deve escalá-lo ao lado de Coutinho, Willian e Gabriel Jesus. O quarteto ofensivo jogou junto por 25 minutos durante o segundo tempo da partida contra o Equador, em agosto, pelas eliminatórias, e por 15 minutos na etapa final do amistoso contra a Croácia.


"Passa a ser uma possibilidade, mas por mais ansioso que eu possa ser, tenho que dar tempo de recuperação e trabalho", disse Tite após a partida do último domingo.


O treinador pretendia escalar essa formação pela primeira vez no amistoso contra a Rússia, em março. Ele desistiu em razão da lesão de Neymar. O escolhido para substituí-lo foi Douglas Costa.


Nas eliminatórias sul-americanas, quando disputou partidas oficiais, Tite mantinha o padrão de escalar três jogadores que possuem um poder de marcação maior, casos de Casemiro, Paulinho e Renato Augusto. Diante da Croácia, Fernandinho atuou na vaga do jogador do Beijing Guoan.


A opção por escalar o quarteto ofensivo é para vencer as possíveis retrancas de Suíça, rival do Brasil na estreia no Mundial, no dia 17, e Costa Rica, adversário do dia 22.


Nas eliminatórias europeias, os suíços atuaram no 4-2-3-1. Mas, no momento de recompor o time, quatro jogadores atrás e cinco no meio-campo buscavam reconquistar a bola. O desenho tático mais usado pela seleção da América Central é o 5-4-1.


A Áustria, rival do próximo domingo, usou esse sistema durante as eliminatórias da Copa do Mundo "com uma linha de cinco bastante rígida", avaliou Edu Gaspar, coordenador técnico da seleção, em março, quando foi anunciado o amistoso. A seleção austríaca não disputará o Mundial.


Até agora, a seleção encontrou dificuldades contra adversários com defesas fortes. Caso do duelo contra a Inglaterra, em novembro, quando pouco criou e empatou por 0 a 0. Um dos três empates da era Tite. Os outros foram contra Colômbia e Bolívia.


Se optar pelo quarteto ofensivo, a seleção brasileira ideal para a Copa do Mundo começaria junta pela primeira vez uma partida a sete dias da estreia no Mundial, e não apenas pela presença dos quatro atacantes em campo.


Tite, por opção tática ou por causa de contusões, efetivou outras duas mudanças no time brasileiro que atuou nas eliminatórias sul-americanas.
Thiago Silva ganhou a posição de Marquinhos e forma dupla com Miranda. Enquanto Danilo se tornou o substituto de Daniel Alves, que sofreu uma lesão no joelho a seis dias da convocação final.


O lateral direito do Manchester City, que só havia sido titular com Tite no amistoso contra o Japão, realizado em novembro, foi muito elogiado pelo treinador em razão do seu desempenho no amistoso contra a Croácia. Com isso, somou pontos na disputa pela titularidade com Fagner, o outro jogador da posição que foi convocado.


"Danilo jogou muito. As ações defensivas de cobertura beiraram a perfeição e as ultrapassagens foram no timing exato. Não queira trazer construção e habilidade do Marcelo para ele. Vai ter força e sustentação, surpreendentemente o Danilo jogou muito", disse.


Assim, a provável escalação contra os austríacos, e para a estreia no Mundial, deve ser Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro e Paulinho; Willian, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

FONTE: Cidade verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium