Quarta, 17 de outubro de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação
Geral

03/06/2018 ás 12h14 - atualizada em 03/06/2018 ás 12h21

Redação II

Barras / PI

Morre australiano condenado por pedofilia
O australiano Christopher John Gott, condenado por abuso sexual na Austrália e foragido há mais de 20 anos, e também uma das vítimas de um motorista que atropelou 18 pessoas em Copacabana
Morre australiano condenado por pedofilia
Reprodução TV Globo

O australiano Christopher John Gott, condenado por abuso sexual na Austrália e foragido há mais de 20 anos, e também uma das vítimas de um motorista que atropelou 18 pessoas em Copacabana, no iníco do ano, morreu no Rio de Janeiro na última quinta-feira (31), após mais de dois meses em coma.


Gott estava internado no Hospital Municipal Miguel Couto, que confirmou a morte dele. O portal australiano SBS noticiou o desdobramentio do caso e informou que confirmou a morte dele com a Secretaria Municipal de Saúde. Segundo o SBS, ele morreu de falência múltipla de órgãos.


Gott, de 63 anos, e mais 17 pessoas foram atropeladas em janeiro no calçadão de Copacabana. Na ocasião, um carro desgovernado acertou o grupo e o motorista disse que sofreu um ataque de epilepsia. Um bebê de 8 meses também morreu.


Condenado por pedofilia e procurado pelas autoridades australianas, Christopher John Gott foi descoberto pela Interpol no Rio. Ele tinha um passaporte falso quando foi socorrido.

FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium