Quarta, 17 de outubro de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação
Polícia

17/05/2018 ás 08h21 - atualizada em 17/05/2018 ás 08h24

Direto da Redação

Barras / PI

Polícia descobre clínica clandestina de aborto e prende três pessoas
Durante a operação foi apreendido também medicamentos abortivos. O material será periciado.
Polícia descobre clínica clandestina de aborto e prende três pessoas
 

A Polícia Civil de Paulistana descobriu uma residência que seria local para a prática de abortos na cidade. 


A denúncia partiu de uma adolescente de 16 anos que fez a interrupção da gravidez, teve complicações e segundo a investigação estava sendo coagida pelo ex-namorado. Na operação batizada de "Espéculo" três pessoas foram presas, entre elas uma técnica de enfermagem. A operação foi realizada em conjunto com a Polícia Militar de Paulistana. 

 

O comandante da Polícia Militar de Paulistana, major Stanislau Felipe Oliveira informou que a residência atuava como uma clínica clandestina e funcionava no bairro Santo Antônio.

 

"Foram apreendidos materiais hospitalares, bisturi, gases e tudo leva a crê que havia essa prática de induzimento de aborto no local", disse o major Felipe.  

A Polícia informou que foram presas a técnica de enfermagem Vilma Inocência Ribeiro e proprietária da residência Jéssica Rita da Conceição e o ex-namorado da menor Cleiton Rodrigues de Oliveira, que é mecânico. 

Durante a operação foi apreendido também medicamentos abortivos. O material será periciado.
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium