Segunda, 23 de julho de 2018
86 99570 3774 - Atual Sistema de Comunicação CNPJ 17.061.655/0001-72

25º

Min 25º Max 35º

Nublado

Barras - PI

às 04:26
Especiais

18/06/2018 ás 11h24 - atualizada em 18/06/2018 ás 12h29

Direto da Redação

Barras / PI

Barras 177 Anos: 3 fatos históricos que você precisa saber
Fatos e acontecimentos da História de Barras que você precisa saber e entender.
Barras 177 Anos: 3 fatos históricos que você precisa saber
Praça Senador Joaquim Pires em Barras (PI) - 1957
 

Uma boa parte dos barrenses desconhecem a sua própria história, isto é fato! - No universo histórico da cidade de Barras, são poucos que se interessam pelo passado, pela compreensão que nos leva a certas conclusões nos dias atuais. Porém, há uma pequena parcela ávida por informações sobre o nosso contexto histórico.


O Portal Visão Piauí, após consultar algumas obras de historiadores renomados como Wilson Gonçalves e Antenor Rêgo,  com o intuíto de ajudar a difundir a história de Barras passa a publicar diversas passagegens desconhecidas pelos barrenses. 


Barras consta no 1º Mapa do Piauí.


Primeiro Mapa do Piauí, datado de 1760, feito pelo engenheiro Galucio. O original se encontra no Museu do Itamaraty, no Rio de janeiro. Nele podemos observar a cidade de Barras já registrada em 1760. Portanto, Barras já constava em mapa há exatos 257 anos.


266 Anos da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição


Igreja Matriz de Barras (PI) - 1957


Fundada em 1751 a Paróquia de Barras de Nossa Senhora da Conceição completa em 2017 seus 266 anos. 


A construção da primeira Capela de Barras foi iniciada mais ou menos em 1740, pelo Cel. Miguel de Carvalho e Aguiar, que não chegou a conclui-la. Temos notícia de que em 1759, o Pe. Gabriel Malagrida ou o Frei Manuel Penha, de passagem pela povoação, fez com que Manuel da Cunha Carvalho, juntamente com outros fiéis, concluísse a obra iniciada.


Desde seus primeiros tempos, a Capela foi assistida por Padres residentes. O Pe. Francisco Vieira Lima, falecido em 1753, lá vivia não se sabe desde quando. Encontramos, ainda, em 1758, em Barras, o Pe. José Alvares Cabral que foi substituído, em 1760, pelo Frei Manuel Inocêncio, religioso Mercedário, do Convento de São Luís do Maranhão.


Manuel Resplandi - Fundiu os sinos da Igreja de São Gonçalo de Batalha / Foi sequestrado pelos Balaios.



Resplandi fundiu os sinos da Igreja Matriz de São Gonçalo da cidade Batalha no Quartel das Barras do Marataoan. Manuel Resplandi era profundo conhecedor de armamentos e principalmente de pólvora. Na mesma época da fundição dos sinos de Batalha, ocorria a Balaiada - a 'revolta dos balaios' - no Maranhão durante o período de 1830 a 1841 - resultou em mais uma manifestação do processo de crise por que passava a sociedade brasileira durante o período Regencial. Sabendo do conhecimento do Mestre Resplende os revoltosos o sequestraram.

FONTE: Direto da Redação

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium